Páginas

quinta-feira, 10 de março de 2011

Qual amor?

Olá gaditas...
Quando o assunto é amor, todas nós já ficamos de orelhinha em pé né?! 
Quero te chamar hoje a um aprendizado mas principalmente a uma reflexão...
"Que tipo de amor você está vivendo?"

(Já posso até imaginar sua linda carinha de ponto de interrogação....rssrs)

Existem basicamente 4 tipos de amor descritos na Bíblia, os quais iremos conhecer através de quatro palavrinhas gregas..
eros (físico, sexual)
storge (familiar)
philos (amizade)
Ágape (amor incondicional)


Eros

Eros é um amor que toma pra si; é geralmente aquele amor egoísta que busca a satisfação pessoal.
Na Bíblia está representado, por exemplo, em Provérbios 7:18, onde uma prostituta faz o convite: "vem, embriaguemo-nos com as delícias do amor até pela manhã".
A palavra EROS aparece frequentemente na literatura grega secular, e descreve o amor totalmente carnal, voltado para o sexo... daí a palavra EROtico.
Esse tipo de amor pode até incluir algum sentimento verdadeiro, mas é basicamente atração física, desejo sexual. Apresenta-se como amor pelo outro, mas na verdade é o mais puro retrato do amor egocentrico.
Esse tipo de amor só quer receber e quando faz algo pelo outro é com segundas ou terceiras intenções.
Uma frase que pode caracterizar o amor eros é:
"Eu amo você porque você me faz feliz"
Então fiquem atentas gaditas, se seu namorado elogia muito ou somente a sua beleza, e seu corpo ,desconfie de suas intenções, pois todo namoro cristão deve visar o casamento e não só a atração ou satisfação sexual.
Infelizmente hoje em dia, esse é o tipo de amor que o mundo prega.
Não o amor por uma pessoa, mas pelo que ela pode oferecer. Por isso não há casamentos duradouros no mundo... porque quando um dos dois já não se sente realizado ou acha que o outro não está satisfazendo suas necessidades recorrem ao divórcio. Eles pensam que o amor acabou, mas na verdade eles apenas basearam seu relacionamento no tipo de amor errado.
Não estou dizendo que é errado que você sinta atração pelo seu namorado, (pois isso é normal), mas não é esse tipo de amor que deve reger seu relacionamento, principalmente porque a satisfação sexual deve vir apenas depois do casamento e não pode visar o prazer de um só, mas dos dois.
Tudo a seu tempo.
Como podemos perceber, esse tipo de amor é uma amor perigoso e não muito confiavel para um relacionamento duradouro.


Philos

O amor philos é o amor que troca.
Em um relacionamento que visa o casamento, o amor philos é bem convidativo, pois nele se prioriza a amizade. Esse amor, não é construído pela atração física como o eros, ele é construido com o tempo.
Não é um amor cego, é uma amor de olhos beem abertos, onde os dois, convivendo com os defeitos e imperfeições uns dos outros tentam mutuamente se ajudar.
Um exemplo desse amor na Bíblia está em João 21:15-16, onde o Senhor pergunta a Pedro: "Simão, tu me amas?", e este lhe responde: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo."
Este amor foi construído pela convivência, e até mesmo admiração por Jesus, seu companheiro, seu líder que estava sempre com ele. Eles haviam se tornado amigos.
Ah... é um amor fofo!!!
Mas não se engane! Este amor não é totalmente o amor verdadeiro, também existe uma pitadinha(as vezes quase imperceptível) de interesse.
Vamos ser bem sinceras... nós escolhemos as nossas amizades de acordo com nossas compactibilidades, de acordo com o que ela pode nos oferecer... sejam risadas, seja um ombro pra chorar, sejam palavras bonitas ou bons conselhos.
Como eu disse no começo, esse é um amor que troca..." você me oferece algo e eu ofereço também, por outro lado, você deixa de me oferecer algo e eu acabo me afastando de você."
Não é isso que acontece?
Mesmo assim philos ainda é um amor mais elevado que o eros. Nesse nível "nossa" felicidade, ainda é mais importante do que a "minha" felicidade. Digamos que seja 50/50... 50% eu quero, 50% eu dou.
Um casal pode viver razoavelmente bem com esse tipo de amor, mas apenas enquanto os dois fazem a sua parte. Quando um dos dois fica sem seus 50% o amor philos não resiste muito tempo. 
Esse amor não é do tipo que encara qualquer coisa.
Algumas frases que pode distinguir esse tipo de amor são:
"Ela/ele me completa"
"Ele me dá presentes"
"Ela me ajuda em casa"
ou
"Gostamos das mesmas coisa"
Podemos ver o amor philos no mundo, em relacionamento que começaram com o amor eros, e quando este acabou, os cônjuges ao invés de optarem por um divórcio resolveram continuar um relacionamento como amigos. Muitos até vivem felizes dessa forma, mas há um caminho mais excelente pra nós! ;)  
Vimos então que o amor philos é um bom começo e bem promissor para um relacionamento, mas ainda não chegamos no ápice da perfeição né?!


Storge

É o amor mais relacionado a família.
Este sem dúvidas é um amor escencial entre casais que pretendem constituir uma família. Esse é o tipo de amor pro que der e vier. Também é construido com a convivencia mas é mais aquela coisa de sangue.
Não importa a circunstância, sempre nos vemos no dever de ajudar, proteger, cuidar de nossos familiares.
Esse amor nunca envelhece, não sai de moda e passa de geração em geração (por mais que hoje muitos negligenciem esse amor). Pra provar isso vou dar um exemplo deste amor no antigo e no novo testamento:
No antigo está em 2Samuel 21:10-11, onde Rispa se dispôs a montar guarda ao lado dos corpos de seus filhos e outros parentes afim de espantar de lá qualquer animal. Já no novo testamento podemos ver Paulo nos exortando para que nos amemos fraternalmente em Romanos12:10
Nos dias de hoje este amor esta meio que em extinção entre os casais, primeiro que um namoro nos dias de hoje(no mundo) dificilmente visa o casamento, sendo assim ninguém trata seu parceiro como alguém da familia, mas como alguém que a qualquer momento pode virar as costas e ir embora, sem se importar com o laço afetivo que foi formado a partir daquela relação, e o pior: sem se importar muitas vezes com os filhos que são os que mais sofrem com casamentos desfeitos.
Infelizmente os jovens de hoje em dia não estão se preparando para um casamento durante o namoro e quando casam acham que é um namoro onde tudo pode (vocês me entenderam...), e quando se deparam com alguma situação difícil, mas típica do casamento a primeira solução que vêem é o divorcio.
Podemos ver que o amor storge é muito importante pro futuro de um casal...
Mas esse amor também não duraria muito sem o verdadeiro e mais lindo tipo de amor...


Amor Ágape

O amor que dá de graça e não espera nada em troca.
É amor mais lindo do mundo!!!!
Amor Ágape é simplesmente o amor divino, o amor incondicional de Deus por nós.
Maior exemplo deste lindo amor foi a morte de Jesus na cruz, pois mesmo sendo rejeitado, açoitado, ridicularizado o Senhor nos amou e morreu por nós.
Um outro bom exemplo de amor incondicional está na historia do bom samaritano em Lucas 10:29-37. O bom samaritano ajudou seu próximo mesmo não sentindo atração por ele, mesmo não tendo afinidade, mesmo não sendo de sua família... ele apenas se compadeceu.
Esse não é o tipo de amor mais fácil e não é apenas um sentimento... o amor Ágape vai além das nossas emoções, é uma decisão: amar independente do que aconteça.
Você pode pensar: mas isso é impossível!!!
Vou te mostrar que não...
O amor Ágape é o amor divino que só pode ser dado por Deus.
Em Romanos 5:5, Paulo nos diz que quando nos arrependemos ,cremos em Jesus, recebendo-o como Senhor e Salvador, Deus derrama sobre nós do Seu amor.
Você tem o amor de Deus em você, agora o que você precisa fazer é mortificar seu ego, seu orgulho e partilhar desse tão lindo amor que há em você. Não digo que será fácil, pois todos nós queremos dar amor esperando o amor em troca. Praticando o amor Ágape nos esquecemos de nossas necessidades pra buscar satisfazer a do outro.
O amor Ágape resiste a tempo, problemas, circunstâncias, erros, defeitos, TPM...
Uma simples frase que demonstra o amor Ágape é:
"Eu te amo"
simplesmente e sem porque, mesmo com todos os erros e falhas.
Bom,
Não vou poder dar nenhum exemplo desse amor no mundo, simplesmente porque esse tipo de amor não é do mundo, é exclusivamente para os filhos do Papai.
Este é o amor que 
Tudo sofre,
 tudo crê, 
tudo espera,
 tudo suporta.
(1Co 13)

Esse sim é o verdadeiro amor, sobre este amor podemos firmar e basear seguramente nosso relacionamento porque assim durará pra vida toda.

E ae gadita, qual tipo de amor você está cultivando?

Lembre-se que tudo o que plantamos colhemos. Pode até demorar um tempinho mais vale a pena cultivar um amor pra vida toda.
Quer uma dica?

Escolhe o ÁGAPE!!!
Até a próxima...


http://tracking.technodesignip.com/?action=count&projectid=642&contentid=6577&referrer=-&urlaction=r...

2 comentários:

raymsn20 disse...

Amei as dicas, vao me ajudar bastante no dia a dia. Muito obrigada!

Gaditas disse...

Dinada mana.
Sempre as ordens.
Ki Deus te abençoe sempre mais e mais